Quarta, 19 de Janeiro de 2022 16:44
(66) 98420-9136
Cidades Ação

Técnicos da Assistência Social se reúnem com pessoas em situação de rua

-

27/08/2021 16h16
Por: Reportagem Fonte: Prefeitura de Chapada dos Guimarães
Reprodução
Reprodução

Para marcar o Dia Nacional de Luta da População em Situação de Rua, a Prefeitura de Chapada dos Guimarães, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, promoveu na última quinta-feira (19), na Praça Dom Wunibaldo uma roda de conversa, com objetivo de conscientizar a população sobre o tema.

 

A ação contou com a colaboração da Equipe Especializada de Abordagem Social. Estavam presentes na roda de conversa, a secretária de Assistência Social,Fernada Ferreira; a enfermeira Amanda Vieira, representante da Secretaria Municipal de Saúde; Cintia Brazão, representante da ICMbio; representantes da Brigada Autónoma; a vereadora, Rosa Lisboa; Ana Maria Silva, vice-presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente; Sebastião Moreira, secretário Municipal de Agricultura; Mauro de Paula, secretário Municipal de Esportes e Lazer; Alexandre Barão, secretário Municipal de Turismo, Cultura e Meio Ambiente; representantes da Polícia Militar; o promotor de Justiça, Leandro Volochko.

 

Moradores em situação de rua, e familiares das pessoas internadas em clínicas de reabilitação também estiveram presentes. Todos colaboraram com depoimentos.

 

A enfermeira Amanda Vieira destacou no ato que a saúde também é um direito das pessoas que vivem nas ruas, colocando a Pasta à disposição.

 

“É preciso ter esse olhar especial aos moradores em situação de rua, pois precisam de ajuda, e a saúde trabalha com essa temática para contribuir, porque a saúde, sim, é um direito de todos. Além de termos que assistir essas pessoas, é preciso pensar em estratégias de como restabelecer o vínculo dessas pessoas com a família, de como ingressá-los ao mercado de trabalho. Na maioria das vezes a saúde da população em situação de rua está relacionada à saúde mental, e é uma coisa que tem inquietado todos da gestão, e a secretaria de saúde está à disposição, para compor, discutir e estar junto para atender essas necessidades”, disse Amanda.

 

João Carlos, abordador da Equipe Especializada de Abordagem Social, disse que através do trabalho que realizam já conseguiram encaminhar 11 pessoas para tratamento.

 

“Hoje a cidade conta com oito pessoas em situação de rua, todos domiciliados. Podemos dizer que é por opção e por negação da doença. De março até hoje, já encaminhamos 11 pessoas, mas o nosso objetivo é zerar isso. Com todo apoio e empenho do prefeito e da secretaria acreditamos que o nosso objetivo será concretizado”, disse João.

 

 No dia 19 de agosto é lembrado como o Dia Nacional de Luta da População em Situação de Rua, em alusão ao conhecido “Massacre da Sé”, onde sete pessoas em situação de rua foram mortas e oito ficaram feridas, entre os dias 19 e 22 de agosto de 2004.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.