Domingo, 22 de Maio de 2022 19:48
(66) 98420-9136
Agro Modernidade

Startup leva tecnologias para o café em seminário internacional

Para o encontro que reunirá produtores, empresas e profissionais do setor, que acontece amanhã, 11 e 12 de maio, Adroit apresentará as soluções que está desenvolvendo aos cafeicultores

10/05/2022 15h47
Por: Redação
Assessoria
Assessoria

 

O café é a segunda bebida mais consumida do mundo, ficando atrás apenas da água, e no Brasil a realidade não é diferente. Atualmente, a cultura ocupa 1,82 milhão de hectares, dos quais a variedade arábica corresponde a 1,43 milhão de hectares e o conilon a 389,19 mil ha. Este ano, essa área deve resultar na colheita de 55,74 milhões de sacas de 60kg. Para debater temas norteantes para esse setor tão importante, acontece amanhã, 11, e também na quinta-feira, 12 de maio, o XXIII Seminário Internacional de Café de Santos, que vai reunir produtores, cooperativas, tradings, indústria e profissionais de vários países, no Guarujá, litoral paulista.

Entre os destaques da edição deste ano está a startup paulista Adroit, que participa pela primeira vez do evento. Segundo Fabio Maeda, sócio e diretor financeiro da empresa, a organização do seminário fez o convite a eles, pois queriam levar aos participantes soluções inovadoras para a cafeicultura. “Estamos desenvolvendo um projeto especialmente para o café, um programa com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). A solução é direcionada aos produtores e tem como objetivo ajudá-los em toda a fase do ciclo de produção, mas principalmente no momento que ele está colhendo”, adianta.

Ainda segundo o diretor, um dos pilares da tecnologia é o de ajudar o cafeicultor a identificar o ponto ideal de maturação dos frutos, de forma que ele consiga planejar o melhor momento para realizar a sua colheita. Dessa forma, ele pode otimizar o uso de seus recursos como mão de obra ou máquinas, mas mais importante que isso, melhorando a qualidade de seu produto e consequentemente o seu retorno financeiro, uma vez que um café de qualidade possui um grande diferencial de preço em relação a um produto padrão. A proposta é algo semelhante à tecnologia LeafSense, já consolidada em outras culturas como os citros.

Por meio de sensores inteligentes, a ferramenta com inteligência artificial permite realizar um diagnóstico mais preciso na fruticultura. A solução também é capaz de trabalhar com diversas variáveis como, por exemplo, mensurar a variabilidade espacial de inúmeros parâmetros. Ela possibilita ainda, por meio de mapas, identificar regiões do talhão com maior e menor produtividade. Assim, é possível identificar possíveis fatores que causam diferenças de produtividade como deficiência de nutrientes, incidência de doenças, falhas no pomar, entre outras características importantes da produção.

De acordo com Maeda, o mercado de café ainda não possui muitas tecnologias e startups olhando para este setor. “Por outro lado, quando vemos a relevância que a cafeicultura tem para o agronegócio, em termos de valor de produção, é algo grandioso e expressivo. Por isso queremos aproveitar o Seminário Internacional de Café de Santos para mostrar o potencial que nossa ferramenta tem mesmo ainda em fase de desenvolvimento”, acrescenta.

O Seminário

Com o tema “Café. O quanto o Brasil está preparado?”, o seminário reunirá tomadores de decisão para debater inovações e refletir sobre os temas da atualidade, perspectivas e desafios sobre assuntos relevantes ao setor: governança socioambiental, agricultura regenerativa, impacto do clima e desafios de logística.

Todos esses temas importantes e convergentes serão amplamente debatidos e explorados na agenda de palestras do evento. Personalidades importantes do segmento foram convidadas para compartilhar ideias e conhecimentos, ajudando a tornar o Seminário um encontro enriquecedor. As inscrições estão abertas e os ingressos podem ser adquiridos pelo site do evento. Para mais informações: https://www.seminariocafesantos.com.br

Sobre - A Adroit Robotics foi criada com o objetivo de reinventar o monitoramento dos pomares. A empresa desenvolveu a tecnologia LeafSense, que combina inteligência artificial e sensores inteligentes para possibilitar a Agricultura de Precisão na fruticultura, otimizando a produtividade e reduzindo custos. Mais informações: https://adroitrobotics.com.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.