Quarta, 19 de Janeiro de 2022 15:20
(66) 98420-9136
Cidades ARSEC

Arsec inicia nesta terça (07) cronograma de execução que cumpre determinação de Emanuel Pinheiro

-

06/12/2021 16h56
Por: Reportagem Fonte: Arsec
Reprodução
Reprodução

Na manhã desta segunda-feira (06), foi realizada uma reunião na sede da Águas Cuiabá, com a presença do secretário de Obras e Vice-Prefeito, José Roberto Stopa; presidente da Águas Cuiabá, William Figueiredo; secretário-adjunto de Proteção e Defesa do Consumidor, Genilto Nogueira; representante da Secretaria de Ordem Pública e o diretor-presidente da Arsec, Alexandro de Oliveira. O objetivo foi criar um cronograma de execução em consonância com as determinações do prefeito Emanuel Pinheiro, estipuladas no decreto publicado no último dia 02 de dezembro.

“A partir desta terça-feira vão iniciar as fiscalizações para fazer um levantamento das áreas que ficaram com algum tipo de problema de obras da Águas Cuiabá, cumprindo, assim, a determinação de decreto municipal, para que sejam feitos os devidos reparos. Então, todas essas secretarias em conjunto vão intensificar a fiscalização e o acompanhamento dessas obras, para que ao final, seja elaborado um relatório demonstrando as providências tomadas durante este período, conforme foi determinado pelo prefeito”, afirma Alexandro de Oliveira.

O Decreto

O decreto da Prefeitura de Cuiabá suspende por 90 dias as obras de implantação da rede coletora de esgoto. A medida foi anunciada pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB). Segundo ele, as obras estão causando problemas em ruas que já são asfaltadas.

O cumprimento será fiscalizado pela Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec) e pela secretaria municipal de Obras Públicas.

Além disso, a pasta e a Arsec vão realizar um levantamento de todas as obras de recuperação de vias efetuadas devido a implantação da rede coletora de esgoto e a qualidade apresentada por elas.

A partir dessa identificação, os órgãos devem, de forma conjunta, notificar a Águas Cuiabá e exigir a execução de um novo reparo nos locais em que o serviço foi mal feito.

Em nota, a concessionária Águas Cuiabá informou que segue um cronograma de obras estabelecido em conjunto com a agência reguladora e que todas as obras executadas em vias públicas estão devidamente acompanhadas pela Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob).

“A Águas Cuiabá reconhece que o alto investimento impacta em um transtorno temporário à população. Entretanto, a concessionária ressalta que os benefícios para a saúde e qualidade de vida de todos os cuiabanos serão permanentes, transcendendo gerações. Em 2021, já foram investidos mais de R$200 milhões para viabilizar o alcance da meta de 78% de cobertura de coleta de esgoto. Para garantir essa ampliação do sistema de esgotamento sanitário em Cuiabá, a concessionária atuou com cerca de 1.500 profissionais diretos e indiretos, distribuídos em quase 60 frentes de obras ao longo do ano”, diz a nota.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.