Quarta, 08 de Dezembro de 2021 23:48
(66) 98420-9136
Geral SERVIÇO

Vereador cobra melhorias no serviço terceirizado pela Águas Cuiabá

-

25/11/2021 13h31
Por: Reportagem Fonte: Câmara de Cuiabá
Reprodução
Reprodução

A fim de garantir melhorias no serviço de recapeamento executado pela concessionária de saneamento da Capital após a instalação de rede de esgoto nos bairros da cidade, o vereador Marcus Brito Junior (PV) encaminhou ofício à Águas Cuiabá, à Agência de Regulação (Arsec) e à Secretaria de Obras.

No documento, o parlamentar pede a revisão do trabalho de tapa-buraco executado pela empresa. Também solicita informações acerca da forma da composição da tarifa exigida, o valor do metro cúbico (m³) cobrado dos usuários do serviço prestado, assim como esclarecimentos sobre os investimentos realizados pela companhia de água e esgoto.

Diante das inúmeras reclamações e denúncias envolvendo a empresa responsável pelo abastecimento de água e rede de esgoto da Capital, o vereador tentou emplacar, no mês passado, uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara de Cuiabá para investigar o cumprimento do contrato por parte da concessionária de saneamento Águas Cuiabá. A intenção do parlamentar é verificar se o contrato firmado entre o município e a Águas Cuiabá está sendo cumprido, levando em consideração investimento, prazos, obras e demais itens que foram pactuados.

O requerimento, contudo, não obteve o número de assinaturas suficiente para ser aberto. Diante disso, Brito Junior encaminhou os ofícios a fim de fiscalizar e pedir providências quanto ao tema junto ao Executivo Municipal.

“Infelizmente não conseguimos as assinaturas necessárias para abrir essa investigação na Câmara Municipal, mas nós não ficamos parados. Há inúmeras reclamações contra a Águas Cuiabá e precisamos tomar providências quanto a isso. Estou aguardando a resposta aos meus ofícios, e vou cobrar do Executivo uma posição quanto a isso”, finalizou o parlamentar.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.