Domingo, 24 de Outubro de 2021 09:05
(66) 98420-9136
Geral Cidades

Primavera do Leste terá espaço público dedicado a tecnologias do futuro

Robótica, desenvolvimento de jogos, condução de drones e impressoras 3D são algumas das atividades previstas na Estação Futuro

14/10/2021 12h42
Por: Reportagem Fonte: Prefeitura de Primavera
Reprodução
Reprodução

Um projeto-piloto de criação de um espaço destinado a pensar, desenvolver e trabalhar com as tecnologias do futuro está sendo desenvolvido em Primavera do Leste. A Estação Futuro, como foi denominada a ideia, se destina a crianças e adolescentes de 10 a 14 anos matriculadas no Ensino Fundamental II de escolas municipais primaverenses e começa suas atividades no dia 15 de outubro, às 10h, na Praça da Juventude, localizada no bairro São José.

A ideia da Estação Futuro é contribuir com as práticas de ensino-aprendizagem da escola e ajudar jovens de comunidades vulneráveis a aprenderem tecnologias do futuro, tais como robótica, desenvolvimento de games, operacionalização de drones e impressoras 3D, além de conhecimento em edição de áudio e vídeo.

“São práticas que o mercado de trabalho já está pensando e está utilizando, queremos preparar essas crianças para esse mercado”, explicou o secretário municipal de cultura, Wanderson Lana.

As inscrições para participar estão abertas por meio do Centro de Referência da Juventude (CREJU), onde as famílias interessadas devem se dirigir para inscrever os adolescentes no projeto-piloto. Além disso, por se tratar de uma atividade inerente à prática escolar, as escolas também farão a logística de encaminhar os alunos para as oficinas na Estação Futuro.

O secretário frisa que o projeto traz o DNA da gestão, em que o prefeito Leonardo Bortolin e o vice-prefeito Ademir Goes fazem questão de que todo o aparato público municipal trabalhe em prol de iniciativas promissoras para crianças e adolescentes de Primavera do Leste.

“Além de fomentadores e idealizadores dessa ação, eles cobram muito por práticas que envolvam crianças e adolescentes nas novas tecnologias. As secretarias também entendem que trabalhar a inclusão digital, principalmente com crianças e adolescentes em risco social, é muito importante para mudar a realidade delas. Queremos integrá-los nessa discussão globalizada ligada à tecnologia”, completa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.